Alevinos e juvenis                                             

Tilápia GIFT                              

Reversão sem hormônio   

Adquiridas do Programa de Difução da Linhagem GIFT no Brasil, as matrizes da S3 Piscicultura constituem um dos pilares que sustentam o seu plano de negócio. Tratam-se de animais que, antes de serem utilizados como reprodutores, sofreram um rigoroso processo de seleção, a fim de assegurar que o produto final, sejam os alevinos entregues ao produtor ou os animais para o abate, representem o que há de melhor em termos de tilápia.

 Anualmentem a Universidade Estadual de Maringá (UEM), instituição responsável pela manutenção e melhoramento do banco genético da tilápia GIFT no Brasil realiza cruzamentos controlados, seguidos de análises das características genéticas dos peixes que nascem. Desta forma, procura obter um ganho genético que se traduz em melhor rendimento de carcaça, melhor conversão alimentar e menor tempo de crescimento, sem, contudo, perder as características originais da linhagem e gerar consanguinidade. Somente após serem realizados testes para verificar o resultado dos cruzamentos é que os animais (ainda com 1g), são fornecidos aos produtores de alevinos.

Chegando na S3 Piscicultura, os alevinos que formarão as matrizes são colocados em estruturas de engorda - bolsões e tanque-rede-, respeitando-se rigorosamente a separação entre as famílias. Tratam-se os animais seguindo as mesmas práticas que são utilizadas nas pisciculturas voltadas para a engorda até atingirem a maturidade sexual, faz-se, então, uma triagem entre os peixes, escolhendo aqueles que apresentaram o melhor crescimento. Finalmente, os animais escolhidos para integrar o plantel de matrizes recebem microchips de identificação e são transferidos para os tanques de reprodução.

Controle por microchip
Reprodutor